Site Responsivo: O que é e Porque sua Empresa Deve ter um

site responsivo

Site Responsivo: O que é e Porque sua Empresa Deve ter um

Atualmente, um site responsivo pode ser considerado um dos pontos de contato mais importantes entre uma empresa e o seu público-alvo. É como um cartão de visitas online, disponível 24 horas por dia e 365 dias por ano.

Por se tratar de um canal exclusivamente digital, que depende de meios tecnológicos para ser acessado, é esperado que os sites tenham de se adaptar para acompanhar a evolução e a chegada das novas tecnologias.

E já fazem alguns anos que os dispositivos móveis vem ganhando força, com um número cada vez maior de aparelhos comercializados e um volume crescente de acessos à internet, fazendo com que tudo aquilo que há alguns anos atrás era apresentado apenas na tela do computador, tivesse que ser adaptado para ser acessado na tela de um tablet, de um smartphone, entre outros dispositivos.

Portanto, irei tratar nesse artigo da importância de se ter um site responsivo para a sua empresa. A responsividade é um assunto que já foi brevemente apresentado no artigo 7 itens indispensáveis para o site da sua empresa, mas agora iremos explicar detalhadamente sobre a sua real importância, e como você pode descobrir se o seu site é responsivo ou não.

 

Mas afinal, o que é um site responsivo?

 

responsividade

Um site responsivo, ou flexível, caracteriza-se por possuir um layout totalmente adaptável a qualquer tamanho e resolução de tela, pois tem a capacidade de ajustar e reorganizar automaticamente todo o seu conteúdo, de modo a proporcionar uma navegação mais agradável e satisfatória para o usuário.

Você pode fazer um teste com o nosso próprio site e ver como o conteúdo, o menu e as imagens se ajustam automaticamente conforme você diminui ou aumenta a janela do navegador.

Sites responsivos são acessíveis em diversos dispositivos que possuam conexão com internet, como smartphones, tablets, notebooks, desktops, tvs, entre outros.

Sem mais delongas, agora apresentarei 4 motivos que provam que é indispensável ter um site responsivo para a sua empresa.

 

1. O uso de dispositivos móveis já ultrapassou o de desktops

 

site responsivo - aumento de acessos

Atualmente, mais de 60% das pesquisas no Google são realizadas através de dispositivos móveis. Dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que o número de acessos via dispositivos móveis saltou de 16,8 milhões em 2013 para 29,6 milhões em 2014, representando 80,4% de acessos feitos por smartphone, contra 76,6% via computadores convencionais, tornando o celular o principal aparelho de acesso à internet nos domicílios brasileiros.

Ainda segundo o IBGE, em 2014 mais de 77% dos brasileiros com 10 anos ou mais possuíam um aparelho celular, número que hoje deve ser muito maior.

Nos últimos anos, o uso de dispositivos móveis com acesso à internet disparou em todo mundo, trazendo mudanças nos hábitos e no comportamento das pessoas. Basta observar a sua volta, seja no ônibus, nos parques, nos restaurantes ou em qualquer outro ambiente público, que você verá. Perceba como as pessoas estão cada vez mais tempo ligadas aos seus dispositivos móveis, principalmente aos smartphones.

E como mostram os números acima, não se trata mais de achismo, é fato. São números que comprovam a força dos dispositivos móveis nos dias atuais e como a tecnologia mudou a maneira de como as pessoas se comunicam e se relacionam, de como se expressam e emitem opiniões, de como pesquisam, escolhem e compram os produtos que desejam, de como acessam notícias e informações sobre empresas, pessoas, e assim por diante.

E o mesmo conteúdo, com a mesma qualidade que elas acessam em seus computadores, elas querem acessar através dos dispositivos móveis onde quer que estejam e isso exige uma mudança de mentalidade por parte dos empresários que almejam ver suas empresas competindo de igual para igual no ambiente digital. Investir em um site responsivo é a solução para que o seu negócio seja encontrado por essa parcela de clientes em potencial, que acessam a internet através de dispositivos móveis.

 

2. Melhorar a experiência dos seus clientes

 

experiencia-usuario

Você já acessou o seu site de algum dispositivo móvel? Como foi a sua experiência?

Não há dúvidas de que todo site pode ser acessado através de dispositivos móveis, mas quantos deles realmente possibilitam uma navegação agradável ao usuário?

Sites não compatíveis com dispositivos móveis geralmente são lentos no carregamento das páginas, além de apresentarem textos ilegíveis, links e botões muito pequenos e próximos uns dos outros, entre outros problemas que dificultam a experiência dos visitantes.

Ou seja, o usuário terá que aumentar o zoom e arrastar a tela de um lado para o outro para acessar os botões e conseguir ler o que está escrito na página, sem contar que a simples tarefa de preencher um formulário se torna quase impossível em um site não compatível com dispositivos móveis. Toda essa complexidade fará com que o usuário abandone o seu site o mais rápido possível, como podemos ver nos números abaixo.

  •         Cerca de 60% dos usuários que utilizam tablets e smartphones para acessar a internet, abandonam os sites não compatíveis com dispositivos móveis, por motivos de insatisfação durante a navegação.
  •         Aproximadamente 50% dos visitantes em sites que não funcionam adequadamente em smartphones, consideram isso um indicativo de que a empresa não se importa com os consumidores.
  •         Mais de 60% dos usuários têm uma melhor opinião em relação a empresas que oferecem uma boa experiência em dispositivos móveis.
  •         Empresas que possuem sites compatíveis com dispositivos móveis verificam um aumento nas suas vendas.

 

Outro erro que deve ser evitado, é se utilizar de estratégias de marketing digital através das mídias sociais e direcionar os usuários para um site não compatível aos dispositivos móveis, pois estudos recentes revelam que mais de 90% dos usuários de dispositivos móveis no Brasil, acessam as mídias sociais através de seus aparelhos móveis, ou seja, o seu site muito provavelmente vai amargar um alto percentual de rejeição, além de um público insatisfeito.

E uma vez que eu tenho a liberdade de escolher se eu quero esperar longos segundos até que um site pesado e desatualizado carregue, ou então ir para o site do concorrente que me ofereça uma experiência muito melhor e mais agradável, começa-se a perceber que ter um site responsivo não é mais uma questão de opção, mas sim de necessidade, pois pode interferir diretamente nos negócios de uma empresa.

Em contrapartida, se a sua empresa possuir um site responsivo e amigável, que possibilite o usuário acessar menus, textos, links e imagens de maneira fácil, rápida e agradável, sem a utilização do recurso zoom, isso trará credibilidade ao seu negócio, pois terá cumprido com as expectativas do usuário, deixando-o satisfeito com o profissionalismo da sua empresa.

 

3. Mobile Friendly – o Google prioriza sites responsivos e rápidos

 

mobile friendly

Em abril de 2015, o Google acrescentou em seus algoritmos de busca — que já contam com mais de 200 fatores de ranqueamento — o fator responsividade, fazendo com que sites responsivos ou que possuem versões mobile — também chamados de Mobile Friendly — sejam privilegiados e fiquem em melhores posições nos resultados das pesquisas em seu buscador.

Desde então, a empresa que não possui um site compatível aos dispositivos móveis está ficando para trás nas pesquisas do Google, resultando em uma diminuição no tráfego orgânico do site e impactando negativamente nos negócios da empresa.

O motivo dessa mudança foi o grande crescimento no número de acessos à internet através de dispositivos móveis, como tablets e smartphones, que, como foi dito anteriormente, atualmente correspondem a mais de 60% dos acessos ao Google. E, uma vez que a maioria dos acessos em seus buscadores vinha de dispositivos móveis, é porque havia chegado o momento em que a internet precisava se elevar a um outro patamar.

Essa mudança foi uma forma de se adaptar aos novos padrões de uso, a fim de entregar um serviço de melhor qualidade e com resultados mais relevantes para os usuários, pois um site amigável e otimizado aos dispositivos móveis permite uma experiência de navegação muito melhor e mais agradável.

Portanto, se você quer que o site da sua empresa fique bem posicionado nas buscas do Google, principalmente dos dispositivos móveis, ele terá que se adequar à nova realidade do Mobile Friendly.

Outro ponto importante e que também passou a ser considerado pelos buscadores do Google é o tempo de carregamento de um site nos dispositivos móveis. Pesquisas mostram que mais de 70% dos usuários de dispositivos móveis esperam no máximo 5 segundos para o carregamento de um site antes de abandoná-lo, isso levando em consideração os padrões 3G e 4G, que normalmente são mais lentos que os acessos por cabo ou Wi-Fi.

 

Faça o teste e descubra se o seu site é Mobile Friendly

 

Buscando contribuir neste período de adaptação, o Google criou uma ferramenta muito simples, que testa se o seu site é compatível ou não com dispositivos móveis. Basta acessar a ferramenta Mobile Friendly, digitar a URL do seu site e clicar no botão “Analisar”.

Mobile Friendly Google test

Após a análise, será exibida uma mensagem dizendo se o site é compatível ou não com dispositivos móveis, além de uma série de informações sobre o funcionamento do site, indicando quais foram os problemas encontrados, entre outras informações.

teste-nao-compativel

O Google também disponibiliza um guia para dispositivos móveis, com uma série de dicas e recursos que podem ajudar na otimização do seu site em dispositivos móveis, além de um blog para webmasters.

 

4. A responsividade se adapta aos futuros dispositivos móveis

 

dispositivos futuros

Uma das vantagens de se possuir um site responsivo é que não importa o tamanho de tela ou o dispositivo em que ele é acessado, pois o conteúdo se ajusta automaticamente. Portanto, mesmo que novos dispositivos com diferentes resoluções de tela venham a ser lançados no futuro, o conteúdo do seu site irá se adaptar a eles e permitirá uma navegação fácil e agradável.

É importante salientar que um site responsivo não é a mesma coisa que um site mobile. O site mobile é uma segunda versão desenvolvida exclusivamente para ser acessada em dispositivos móveis, inclusive com uma URL diferente da versão desktop. Sendo assim, são sois sites diferentes, sendo um para desktops e notebooks e outro para tablets e smartphones.

Basicamente o site reconhece o tipo de dispositivo pelo qual está sendo acessado e então abre a versão mais apropriada para ele. Muitas vezes os sites mobiles possuem layouts mais simplificados e não apresentam todo o conteúdo que é apresentado na versão desktop, com o propósito de deixá-lo mais leve para que seja carregado mais rapidamente nos dispositivos móveis, porém isso pode não ser muito interessante.

Em relação aos custos, a manutenção e atualização de um site responsivo acaba saindo mais em conta do que manter dois sites, como é o caso das empresas que possuem um site para desktop e outro mobile, pois se trata apenas de um site que deverá ser atualizado.

Sites responsivos também possuem um melhor desempenho nas pesquisas do Google em relação aos sites mobiles, pois o fato de possuírem uma única URL, facilita o rastreamento do site pelo Google, reduzindo também os possíveis erros de SEO na página.

 

Considerações Finais

 

Agora você já sabe qual a verdadeira importância de um site responsivo para os negócios da sua empresa, principalmente se você pretende trabalhar com estratégias de marketing digital e otimização nos mecanismos de busca.

Portanto, não importa o tamanho e nem o segmento em que o seu negócio esteja inserido, mostrar-se atento e preocupado com a qualidade de todos os canais de comunicação da sua empresa é primordial para criar uma relação de confiança e credibilidade com seus clientes.

Clique para solicitar um orçamento!

Comentários

Comentários